Após cobrança de associações judaicas, governadora de SC diz ser contrária ao nazismo

 Após cobrança de associações judaicas, governadora de SC diz ser contrária ao nazismo

A governadora em exercício de Santa Catarina, Daniela Reinehr (sem partido), afirmou em nota nesta quinta-feira (29) que é contrária ao nazismo. A declaração foi dada após cobrança da Confederação Israelita do Brasil (Conib) e da Associação Israelita Catarinense (AIC) por uma resposta “veemente” dela de “repulsa ao negacionismo da tragédia que foi o Holocausto”.

Durante a primeira entrevista coletiva após substituir o governador afastado Carlos Moisés (PSL), realizada na terça-feira (27), um jornalista questionou se Daniela concordava ou discordava de seu pai sobre o nazismo. A resposta sem um posicionamento gerou críticas e após quase 48 horas ela voltou a se manifestar sobre o assunto.

“Sou contrária ao nazismo, assim como sou contrária a qualquer regime, sistema, conduta ou posicionamento que vá contra os direitos individuais, garantias de segurança ou contra a vida das pessoas, e sinceramente, pensei ter deixado isso claro quando fui questionada”, disse.

Ela também informou em nota que compreendeu os pedidos de manifestação. “Consigo entender a reação das pessoas ante o posicionamento que me imputaram, e principalmente porque isso aconteceu de forma injusta. […] Sou amiga de Israel e dos judeus, e qualquer ilação contrária não corresponde com a verdade”, afirmou.

Fonte: G1

Victor Hugo

Related post